Febratex busca se tornar um evento com selo Lixo Zero

0
721

O Febratex Group já conta com essa certificação no Febratex Summit, evento que promove conhecimento sobre inovação e sustentabilidade na indústria têxtil

A indústria têxtil e da moda tem mirado uma produção mais sustentável como o principal objetivo desta e das próximas décadas, com compromissos para reduzir a emissão de gases do efeito estufa e tornar outros processos ambientalmente adequados. Seguindo o caminho da sustentabilidade, a Febratex, maior feira de tecnologia têxtil das Américas, busca ter na edição de 2004 o selo Lixo Zero,  reforçando o compromisso com a sustentabilidade. 

A certificação, reconhecida globalmente, é concedida para eventos que conseguem encaminhar corretamente mais de 90% dos resíduos gerados. Giordana Madeira, diretora executiva do Febratex Group, conta que em 2023, o Febratex Group em parceria com a Euro Ambiental, obtiveram a certificação do Febratex Summit, evento que promove conhecimento sobre inovação e sustentabilidade na indústria têxtil. “Essa conquista foi motivo de muito orgulho para nós, afinal, defendemos a sustentabilidade na indústria têxtil em nossas feiras, trazendo desde novidades, conhecimentos e ações que reafirmam nosso compromisso”, destaca. 

A busca pela certificação 

A busca pela certificação Lixo Zero demonstra o comprometimento do Febratex Group em liderar um exemplo e inspirar outras empresas e eventos a adotarem práticas mais responsáveis em prol de um futuro sustentável para todos, transformando a indústria têxtil em uma força positiva para o meio ambiente. Exemplo disso é que o grupo esteve presente recentemente no primeiro Anuário de Certificação Lixo Zero, realizado no AYA Earth, recebendo a certificação obtida em 2023. 

“Analisando as empresas certificadas, em 2023 foram gerados 85.4 milhões de toneladas de resíduos, sendo que 10.9 milhões de toneladas foram recicladas e 72.3 milhões de toneladas foram para compostagem. O evento trouxe à tona discussões ricas e importantes sobre as oportunidades de desenvolvimento econômico a partir dos resíduos. O Brasil é um país rico em matéria prima, ao analisar as tecnologias globais e brasileiras, vimos que é possível sim ter uma indústria mais sustentável, promovendo o reuso”, pontua. 

Febratex e Lixo Zero

A iniciativa do Febratex Summit foi liderada pela Euro Ambiental, empresa referência no segmento de soluções ambientais para a indústria têxtil. Gabriel Cristofolini, CEO da Euro Ambiental, destaca que no Brasil somente 4% dos resíduos gerados são efetivamente reciclados e o restante da conta acaba sendo destinado para aterros ou lixões.  

Com mais de 35 mil m² de evento, a Febratex explora as últimas inovações, tendências e soluções tecnológicas no setor têxtil, sempre preservando o pilar sustentável da cadeia. Por isso, Giordana reforça que o selo é concedido a partir de práticas exemplares para minimizar o desperdício, reduzir a poluição e promover a economia circular – que faz parte de modelos sustentáveis – e soluções ambientalmente responsáveis em todas as etapas da cadeia produtiva. “Estamos muito felizes em participar desse processo,  acreditamos que será um marco para a feira de tecnologia têxtil das Américas”. 

A certificação Lixo Zero da Febratex não se limita apenas ao evento em si, mas também abrange a participação de expositores, fornecedores e visitantes. Cristofolini explica que todos são incentivados a adotar práticas sustentáveis e a colaborar com a correta separação e destinação dos resíduos gerados durante o evento. “Assim que esta edição da Febratex foi lançada, estamos trabalhando para alcançar a meta, ou seja, estamos fazendo diversas ações para evitar a geração de resíduos”. 

Para se inscrever e garantir a participação na 18ª edição da Febratex, basta acessar o site e preencher o formulário de inscrição.  

Dúvidas, informações e inscrições: https://febratex.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui